Postagem em destaque

Notação Pentagramática (ou Como Ler Partitura)

Notação Pentagramática  Denominamos PENTAGRAMA o conjunto de 5 linhas e 4 espaços q usamos para a notação musical. No pentagrama consegui...

terça-feira, 13 de agosto de 2019

#2 Intervalos e Nomenclatura





Neste episódio explicamos o que são intervalos, como eles são classificados e nomeados

Material de apoio:


Intervalos e Nomenclatura

Intervalo é a distância entre quaisquer duas notas musicais, medida em semitons. Para medir esses intervalos tomaremos como base a escala maior.

A escala maior é uma sequência de 7 notas musicais que segue a seguinte relação:


Partindo de Dó, chegamos na seguinte escala:


A escala de Dó maior é a única que contém apenas notas naturais, todas as outras escalas terão notas acidentadas em sua composição. Por exemplo:


A escala maior contém os seguintes intervalos:


Tônica 

Segunda Maior 

Terça Maior

Quarta Justa 

Quinta Maior 

Sexta Maior 

Sétima Maior 

Oitava Justa

Sendo assim, temos dois tipos de intervalos na escala maior, os maiores (2, 3, 6 e 7) e justos (4, 5 e 8). Os intervalos justos se caracterizam por uma acomodação perfeita dos harmônicos, gerando um som consonante de unidade. Os maiores, por serem acomodações imperfeitas,
geram consonâncias imperfeitas ou dissonâncias.

A partir destes, conseguimos construir mais 3 tipos de intervalos, alterando a segunda nota:

Menor – abaixando um semitom de um intervalo maior

Dó - Mi – Terça Maior (3M) 
Dó - Mib – Terça Menor (3m)

Aumentado – aumentando um semitom de um intervalo maior ou justo

Dó - Ré – Segunda Maior (2M)
Dó - Ré# – Segunda Aumentada (2+)


Dó - Fá – Quarta Justa (4J)
Dó - Fá# – Quarta Aumentada (4+)


Diminuto – abaixando um semitom de um intervalo menor ou justo

Dó - Sib – Sétima menor (7m)
Dó - Sibb – Sétima diminuta (7dim)


Dó - Sol – Quinta justa (5J)
Dó - Solb – Quinta diminuta (5dim) 

Um comentário: